Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Conheça as novas funcionalidades do recém-lançado DB2 CANCUN

Conheça as novas funcionalidades do recém-lançado DB2 CANCUN


Foi lançado dia 29 de Agosto o mais novo Fix Pack do DB2, o 10.5.0.4, nomeado “Cancun Release”. Esse Fix Pack faz mais do que corrigir erros, fornece ótimas novas funcionalidades.

Os recursos são tão importantes que, em vez de apenas manter o nome como FP4, foi “batizado” com o nome de Cancun, para mostrar o quão importante esse Fix Pack é. Então vamos a elas:

 

Tenha respostas em tempo real para todas as perguntas

Novo recurso de “Shadow Tables”, que explora o DB2 BLU Acceleration. As “Shadow Tables” permitem aos clientes tirar vantagem do desempenho inovador do DB2 com BLU Acceleration permitindo processamento analítico em tempo real e relatórios sobre o seu sistema de banco de dados transacional diretamente em seu ambiente de processamento de transações.

Ao manter uma versão de tabelas lineares, o DB2 automaticamente encaminha queries analíticas para as “Shadow Tables” para otimizar sua performance com todas as vantagens do BLU, enquanto preserva o alto rendimento do processamento transacional.

 

Desempenho superior com menos interrupções para ambientes SAP

Para aqueles que rodam aplicações SAP com o DB2, o lançamento do Cancun vai lhe trazer um desempenho superior e menos interrupções para os seus ambientes SAP. Mesmo já sendo o Banco de Dados com maior desempenho para aplicações SAP no mercado de hoje, com um histórico comprovado de workloads transacionais e analíticos do SAP.

As principais melhorias foram feitas no uso de inserts, updates, deletes e integração de dados.

 

Compatibilidade SQL Oracle para baixo risco de migração do Oracle para BLU Acceleration

Com o novo Fix Pack do DB2, o BLU Acceleration oferece compatibilidade SQL para uma migração simples, de baixo risco, do banco de dados Oracle para o DB2 com BLU Acceleration. Isto significa que os clientes podem alavancar suas habilidades em bancos de dados Oracle existentes, tirando proveito da velocidade e simplicidade do BLU Acceleration.

 

Aumente o poder do POWER8

DB2 é o primeiro banco de dados do mundo otimizado para o processador IBM Power Systems Power8. O DB2 explora os recursos de multithreading simultâneo e registro de instruções de 128 bits dos processadores Power8 para um processamento de queries de forma mais rápida.

Melhorias no “Data Page Memory Checking” e no processamento de vetores para tabelas baseadas em linha, melhorando, assim, o desempenho de cálculos financeiros.

Quando executado um gerador de relatórios de workloads, o DB2 com BLU Acceleration no hardware POWER8 mostrou uma melhora de desempenho médio de 82 vezes em comparação com um banco de dados concorrente executado em uma plataforma x86.

 

Novidades para quem utiliza o pureScale

Outras grandes novidades estão por conta da inclusão da capacidade de realizar:

  • reorgs das tabelas online;

  • backups incrementais online (com suporte para o DB2 Merge Backup);

  • novas métricas de monitoração do OPM (Optim Performance Manager) com alertas acerca do uso de HADR com pureScale;

  • aumento da facilidade do uso, manutenção de instalação, configuração e atualizações. Todas essas ideias vindo da comunidade que utiliza o DB2 pureScale, isso nos mostra o quão focada e quanto investimento está sendo colocado no DB2 pureScale pelas equipes de pesquisa de desenvolvimento da IBM.

Mostrando ser o ponto forte desse fix pack, o pureScale ganha mais. As capacidades de HADR do DB2 agora incluem opções adicionais para o uso de hardware de rede de commodities.

A capacidade do DB2 pureScale para alavancar TCP/IP ajuda a fornecer soluções de HADR mais eficazes para um conjunto mais amplo de casos de uso, tais como clusters menores, configurações de clusters geograficamente dispersos e soluções de processamento de transações com menor volume.

Além disso, o DB2 pureScale pode ser executado em diversos tipos de ambientes virtualizados para acelerar a implantação de testes e garantias de qualidade, ou para acelerar a entrega de um ambiente de produção com os requisitos de workload moderados.

Suporte para dados espaciais em um ambiente pureScale foi adicionado para aplicações com essas características.

Otimizações de memória do “Caching Facility” que automaticamente aloca a memória com base em requisitos de workload para melhorar o desempenho e reduzir a sobrecarga administrativa para o DBA.


Pequenas melhorias que fazem diferença 

Algumas mudanças menores, mas que são de grande ajuda para o usuário final e fazem diferença no dia a dia, incluem:

  • Bancos de dados HADR agora suportam tabelas organizadas por colunas.

  • Para melhorar a sua capacidade de monitorar os principais erros ou problemas de comunicação com o servidor standby, três novos campos de monitoramento foram adicionados ao comando db2pd e à tabela MON_GET_HADR.

  • A expansão da compatibilidade SQL com os data marts Oracle.

  • Melhorias na instalação, documentação, reforço nas checagens de pré-requisitos, nos erros mais comuns e nas mensagens de aviso, com mais simplicidade para atualizações de fix packs onlines e nas atualizações de versões.

 

Foi acrescentado suporte aos seguintes sistemas operacionais:

 

  1. Red Hat Enterprise Linux (RHEL) 5.9, 5.10, 6.4, 6.5, and 7 (porém, RHEL 7 não é suportado em ambientes DB2 pureScale)

  2. SUSE Linux Enterprise Server (SLES) 11 SP3

  3. Ubuntu 14.04 LTS 3

  4. Solaris 11

  5. Windows 8.1 and Windows 2012 R2

 

Para maiores informações, consulte os sites oficiais:

http://www-01.ibm.com/software/data/db2/linux-unix-windows/whats-new.html

http://www-01.ibm.com/support/knowledgecenter/SSEPGG_10.5.0/com.ibm.db2.luw.wn.doc/doc/c0061179.html